Outono: a estação das abóboras

31Out15

IMG_7628
As folhas caídas nos passeios. A mistura de tons avermelhados, amarelos e as cores intensas do laranja e o castanho fazem-nos lembrar que o Outono já chegou. O fresco pela manhã e o final da tarde já nos fazem vestir um casaco mais aconchegante. Mas mais do que isso, aqui na Suíça é o início da estação das abóboras. As entradas das casas já têm uma decoração diferente: uma ou duas abóboras. É a altura ideial para aproveitar as temperaturas amenas, para dar um passeio até à Juckerfarm e descobrir a magia da abóbora. E como dizia Henry David Thoreu: “Mil vezes sentar-me à vontade em cima de uma abóbora do que comprimir-me entre outras pessoas numa almofada de veludo.”

Aqui não há carruagens, há mesmo abóboras verdadeiras. Há quem diga mesmo, que virou abóbora, mas não perdeu o sapato de cristal. Este ano, o tema é o circo. Quer isto dizer, que há esculturas de figuras de circo, feitas com abóboras. Parece surreal, mas é mesmo verdade. E para se tirar essa prova, nada melhor que vermos com os nossos próprios olhos. Por isso, este Outono não pode faltar uma visita à Juckerfarm. A responsável pela comunicação Valérie Sauter explica o porquê, deste ano ser este, o tema principal. “O circo é um assunto muito diversificado e encaixa-se na variedade colorida de abóboras. As exposições de abóbora são mais que uma mão cheia e mostram o reflexo da história destas, através da Europa Central (Alemanha, França e Suíça). Uma vez que é um tema sempre bem recebido por todos os países. O circo agrada todos em qualquer lugar.” sublinha.Kuerbiszirkus_Tiger

Actualmente há mais de mil diversidades de abóboras. A abóbora mais pesada deste ano foi determinada no Campeonato suíço em ‘Pumpkin Pesar’ no dia 4 de Outubro em Bächlihof. E este ano o recorde não foi ultrapassado. Beni Meier trouxe de casa, uma abóbora de 750,50 quilos. O ano passado, a mais pesada tinha 1054 quilos.


Os dias na Juckerfarm, nesta altura são uma alegria e há sempre momentos caricatos para contar. “Um dia, um cliente escreveu-nos bastante desapontado, por que nós não vendemos abóboras Hokkaido. Nós temos várias qualidades e esta abóbora é a mais popular. Mas na Suíça ela é chamada de ‘Schweiz Oranger Knirps’. Há nomes diferentes para a mesma abóbora por isso é fácil fazer confusão. Mas temos todo o gosto em ajudar, sempre que podemos”, recorda Valérie sorridente. O preço de entrada nesta experiência alaranjada varia entre os 10 chf e 3 chf.


Kuerbiszirkus_WagenO restaurante self-service tem pratos sazonais e nesta época sempre têm à entrada um caldeirão com sopa de abóbora. O buffet de almoço funciona das 11h30m às 14h00m e ao jantar o horário é das 18h30m às 21h00m. Há diferentes especialidades de abóbora diariamente, para saborear. Além da sopa, há quase sempre uma selecção de pratos para provar como salsichas de abóbora, lasanha de abóbora ou sobremesas com abóbora. Durante a tarde são oferecidos bolos e bebidas para lanches pequenos. Ao domingo é dia de ‘brunch’ e de muitas surpresas para descobrir. O local possui várias atividades para os mais pequenos como divertirem-se no parque infantil ao lado do restaurante, alimentar pequenos animais, observar como se faz um sumo de maçã fresco, brincar no feno, fazer várias fotos nas esculturas de abóboras e caminhar até o lago (o caminho é bem sinalizado). Não se pode de forma alguma, perder a oportunidade de completar o labirinto de árvores de maçãs. Contudo, Valérie tem o roteiro ideal para um dia na Juckerfarm: “A partir das 8h00m da manhã, o cliente pode provar no pátio do nosso restaurante, o delicioso pequeno-almoço que temos, recheado de variedades de pão, doces, entre outros. Depois do café, é possível fazer uma visita pela exposição de abóboras. As crianças podem ir ao recinto de cabra ou ao castelo de palha. A não perder também o labirinto das macieiras. Demora, no mínimo duas horas. Piqueniques não é permitido. Mas no verão quando está quente, o cliente pode ir tomar um banho no lago”, refere.

No fundo, a ideia é aproveitar o Outono de uma forma divertida, num dia onde os raios de sol florescem. E em jeito de conclusão, a responsável de comunicação desabafa: “É um tempo totalmente louco e colorido. Uma época cansativa, mas muito agradável. Às vezes não se sabe onde anda a nossa cabeça. Mas também vimos uma imensidão de rostos felizes e motiva-nos novamente para satisfazer todos os nossos clientes.”

In Seletiva, Outubro 2015

Anúncios


No Responses Yet to “Outono: a estação das abóboras”

  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: