Vendem-se sonhos na Formosa

15Abr11

Pode até passar despercebida na luz do dia, mas na escuridão da noite, ninguém fica indiferente às luzes do número 207, da rua da Formosa, no Porto. O girar do carrossel, a melodia de encantar que a caixa de música dispara suavemente fazem parar quem ali passa. Mesmo quando a noite já vai alta.

Caixas de música manuais, de corda e eléctricas. Relógios de parede, de estanho. Bolas de neve com música e sem melodia, grandes e pequenas. Aqui há objectos que caíram no esquecimento, mas que dão uma nova vida na decoração de qualquer interior. Há sempre alguma coisa ou algum objecto especial que nos fascina desde pequeninos.

As caixas de música são algo que faz parte de um imaginário que alguns de nós ainda têm e que para outros faz parte do passado. Azuis, cores-de-rosa, verdes, encarnadas ou até mesmo amarelas, há tons para todas as preferências. As formas, os tamanhos e os desenhos em ponto pequeno despertam a atenção de qualquer um.

Lembram-se dos relógios de cuco? Pois é, aqui também há relógios de cuco e com música em madeira, originais da Suíça e Alemanha. Os brinquedos de chapa antigos também têm o seu espaço nesta loja de deslumbrar.

A perfeição reina na loja e deixa os olhos em bico dos mais jovens e até mesmo dos que já andam neste mundo há mais de seis décadas. A porta está aberta a quem  queira espreitar, recordar e descobrir. Uma casa de sonhos antigos, que podem deixar a utopia e…ocupar um lar encantado.

A fantasia não tem preço e as asas da imaginação não têm limite. Voamos o mais alto que pudermos e deixamo-nos levar pelas cortinas do palco das caixinhas de música, onde bailarinas dançam ao som de uma doce melodia. Uma canção que a todos embala, nas noites de lua cheia e não só.

Aqui há clientes de todo o tipo, mas há dois géneros que se destacam em pleno: os que entram à descoberta e os que já a visitam cheios de certeza e convicção.

66 anos de história

Em 1945 começou por ser uma loja de mobiliário, mas com o passar dos anos ficou mais recheada com outros objectos igualmente históricos e belos. Mas ainda continua a fazer mobílias por medida. Uma loja de tradição familiar que vai passando de geração em geração. No natal de 1994, José Emanuel Reis criou na loja de mobiliário uma zona de presentes e lembranças, especialmente com caixas de música e candeeiros de vitral.  Agora, José Reis deixa-se encantar e, em breves palavras deixa-se levar pela magia do espaço. “É um local de encontro de pessoas que gostam de partilhar o imaginário e revivalismo proporcionado pelos nossos artigos, e pela simpatia que procuramos colocar num atendimento o mais personalizado possível. Vendemos sonhos”, refere.

E se quiser levar a sua namorada a afastar as nuvens e entrar no sonho de princesa do casamento, saiba que aqui encontra um presente que jamais ela se esquecerá. Procure por uma bola de neve clara e veja o pormenor.

Depois de ter passado duas vezes seguidas ao sábado à tarde e encontrar a loja fechada, Ana Rita Sá decidiu ir ao Porto de propósito só para pisar o interior das Decorações Reis. Veio de Viana do Castelo para comprar um globo de neve gigante e acabou por levar outros mimos para oferecer: um caleidoscópio, um globo de neve em miniatura e um relógio de parede. Ficou encantada desde que lá foi. “Os objectos acho-os mágicos e a própria disposição, a imitar o antigo é fantástica”, relata sem rodeios. E, acrescenta, destacando um detalhe: “o facto de estarmos à vontade para mexer em tudo, para pôr tudo a tocar música, a simpatia dos vendedores e os próprios objectos são fantásticos. É mágica simplesmente. Transporta-nos para a infância.”

Casa da Fantasia

Já pode começar a coleccionar os objectos de outras épocas. Crie a sua própria cronologia de lembranças e a sua colecção de caixas de música. E se algum dia passar na rua da Formosa e a porta estiver fechada, anote o número de contacto que estiver à vista e ligue. É possível abrir a loja só por sua causa.

Se quiser surpreender alguém com um presente diferente, José Reis aconselha sem incerteza: “Um carrossel com 50 melodias, movimento, luz, som com regulação de volume.”

Se arrastamos os pés, pela calçada escura com os olhos colados no chão, quando a tristeza nos invade o espírito, as Decorações Reis enfeitiçam-nos. Levantamos a cabeça e esboçamos um curto sorriso. Viajamos em segundos até às gavetas da memória de infância, decoradas com as maçanetas de recordações felizes.

O convite fica no ar para quem o queira apanhar, pelas palavras da jovem de 22 anos, Ana Rita Sá: “Vá à loja do mundo dos sonhos, porque não se vai arrepender. É diferente de qualquer outra.”

No castelo de encantar da rua da Formosa, há 50 anos que Joaquim Venâncio recebe todos os tipos de clientes. Realça as caixas de música como o objecto mais solicitado e partilha: “Houve um dia que um casal encomendou 120 caixas de música e pediu para colocar a marcha nupcial. Queria oferecer aos convidados como lembrança de casamento e aconteceu tudo muito depressa. De um dia para o outro a encomenda estava pronta.”

Mas José Reis lembra ainda outra situação memorável. “No outro dia, uma jovem entrou aqui, olhou para a loja e teve de sair para chorar, porque estava emocionada”, conta.

E nisto a voz falha-lhe, ao mesmo tempo que o relógio de madeira abre a pequena porta e anuncia, feliz, as 14 horas.

Anúncios


5 Responses to “Vendem-se sonhos na Formosa”

  1. 1 Lúcia Serpa

    Por incrível que pareça, quando vi o programa da TV, achei que era do mesmo género de 2 caixinhas que tinha comprado na ilha do faial, Açores, para oferecer a uma bebé. A mãe da bébé ficou encantada e ” quer mais”. Será que estou enganada? Neste momento estou em Lisboa e queria saber emque lojas estas caixas se encontram à venda .

  2. Magnificent goods from you, man. I’ve understand your stuff previous to and you are just too magnificent. I actually like what you’ve acquired here, certainly like what you are
    stating and the way in which you say it. You make it enjoyable and you still take care of to keep it wise.
    I cant wait to read far more from you. This is really a terrific
    site.

  3. 3 Erika Souza

    Quero muito saber onde fica quero muito um carrossel sonho de infância

  4. 4 Erika Souza

    Please Quero muito saber onde fica quero muito um carrossel sonho de infância

  5. 5 sandra santos

    É uma pena que em Lisboa não se encontre uma Loja assim, já estou farta de procurar essas caixinhas de musica e não encontro em Lado nenhum.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: