Cais-do-Sodré

21Jul10

Cais do Sodré

Lisboa. Uma capital recheada de magia e de encanto. A cidade que acolhe e vê crescer os seres humanos, as plantas, os animais e acima de tudo, observa cada pormenor de cada um de nós. Escolher um local preferido é uma espécie de facada nos outros lugares encantados que compõem Lisboa. Porém, há lugares e lugares. Há sítios que nos dizem mais que outros, mas todos têm a sua beleza rara e saudável. A zona do Cais do Sodré foi-se transformando com o passar dos anos. Infra-estruturas que destruíram uma das zonas mais encantadas. Contudo, passear junto ao rio, onde os barcos chegam cheios de pessoas, param por breves minutos e regressam à sua marcha com outras caras diferentes, é uma agradável e extraordinária sensação.

Paramos e sentamos de pernas cruzadas no cimento claro que ali se encontra. Observamos o ainda azul do rio, as ondas vão diminuindo até que desaparecem num segundo. Mas o som fica no ar. Nós somos pássaros, do sul, do norte, do centro. Caminhamos nesta estrada que denominamos vida. Umas vezes de uma forma tão rápida, que nem damos conta das nossas infinitas acções.

Olhamos em frente e prestamos atenção ao que se passa do outro lado, mesmo sem conseguirmos captar todos os movimentos. Fixamos um ponto. Um lugar onde tudo é calmo, onde os pensamentos ganham espaço para parar e onde os problemas se desvanecem por meros minutos. Uma tranquilidade serena e sublime. O silêncio não se ouve, mas nós destacamos esse sossego na nossa cabeça.

A hora de ponta está prestes a chegar e a multidão já se avizinha. E a nossa hora de partir também. Seguimos rumo à estação de metro do Cais – do –Sodré. Mas, antes desviamos para o outro lado e vamos descobrindo a beleza da calçada Lisboeta, subindo e entrando nos bairros alfacinhas. Uma zona que para muitos não diz nada, mas que para outros diz tudo. O Cais-do-Sodré não é apenas um cais de partidas e chegadas é um ponto de refúgio e qualquer pessoa quererá conhecer assim que aterrar na capital Lisboeta.

Uma crónica sobre uma das zonasde Lisboa.



No Responses Yet to “Cais-do-Sodré”

  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: